EN

Categoria

REDD+

Localização

Regiões Centro-Oeste e Norte do Brasil

Bioma

Floresta Amazônica

Status

Em andamento

Duração

30 anos

Projeto Urupianga

O projeto Urupianga está localizado nas regiões Centro-Oeste e Norte do Brasil, especificamente, nos municípios de Vila Rica (Mato Grosso) e Santana do Araguaia (PA). O projeto REDD tem como objetivo evitar o desmatamento não planejado em uma área inicial de 5.651 hectares de floresta amazônica.

A região tem sido afetada pelo desmatamento por causa da expansão das atividades agrícolas e pecuárias dos últimos anos, além do avanço do arco de desmatamento a partir do sul do bioma Amazônia, colocando em risco a biodiversidade local. Preservar a floresta em pé é garantir a existência de uma flora rica e diversa, bem como a vida de mais de 600 espécies de animais que habitam a região.

Metodologia

Para mapear a região e, consequentemente, a dinâmica do uso da terra, foram utilizadas imagens de 2009 a 2018 produzidas pelo MapBiomas. Conforme estipulado pela metodologia REDD, as classes de uso da terra/cobertura da terra, as mínimas a serem consideradas, foram definidas como “floresta” e “não floresta”. Portanto, a degradação não foi um fator considerado. De acordo com o cenário-base, a estimativa é que a floresta seja convertida em área não florestal pelos agentes de desmatamento, daí a importância do projeto.

Track record

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. Integer feugiat ipsum justo, ut fermentum nunc fringilla ut. Donec non fringilla eros. Nam in neque id velit pharetra vulputate. Sed vel tempus velit.

5,651 hectares

Floresta protegida

6,214 hectares

Desmatamento evitado

1,912,757 tCO2e / yt

Emissões evitadas

30 anos

Duração do projeto

Inventários florestais

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing

Integer feugiat ipsum justo, ut fermentum nunc fringilla ut. Donec non fringilla eros. Nam in neque id velit pharetra vulputate. Sed vel tempus velit. Proin fermentum tellus nec pellentesque viverra. Donec facilisis lorem sit amet metus luctus, in efficitur enim condimentum. Quisque congue aliquet bibendum. Praesent eu sem nisl. Donec vehicula sit amet augue vitae varius.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing

Integer feugiat ipsum justo, ut fermentum nunc fringilla ut. Donec non fringilla eros. Nam in neque id velit pharetra vulputate. Sed vel tempus velit. Proin fermentum tellus nec pellentesque viverra. Donec facilisis lorem sit amet metus luctus, in efficitur enim condimentum. Quisque congue aliquet bibendum. Praesent eu sem nisl. Donec vehicula sit amet augue vitae varius.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing

Integer feugiat ipsum justo, ut fermentum nunc fringilla ut. Donec non fringilla eros. Nam in neque id velit pharetra vulputate. Sed vel tempus velit. Proin fermentum tellus nec pellentesque viverra. Donec facilisis lorem sit amet metus luctus, in efficitur enim condimentum. Quisque congue aliquet bibendum. Praesent eu sem nisl. Donec vehicula sit amet augue vitae varius.

Nosso impacto

Conservação da
biodiversidade

A região tem uma fauna rica e diversificada, com animais que habitam o Cerrado e a região amazônica. Entre as espécies presentes na região, destacam-se a onça-pintada, a arara-azul, o gavião-real e a águia-pescadora, entre as mais comuns. No período das inundações periódicas, os animais terrestres se concentram nas partes mais elevadas da região em busca de proteção.

Confira as espécies

Na região, encontram-se animais ameaçados de extinção, em sua maioria, mamíferos, tais como o tamanduá-bandeira, anta, lontra e o boto-cor-de-rosa. Entre as aves, existem mais de 660 espécies registradas, como a ema, arara-azul e o uirapuru. No caso dos répteis, destaque para a presença da tartaruga da Amazônia, sucuris, jibóias e jacaré.

Ações de impacto social

O impacto do projeto Urupianga vai além do controle de desmatamento ao promover o desenvolvimento da educação ambiental com o objetivo de reduzir a pressão por madeira de outras áreas conservadas. Dessa forma, a conservação da biodiversidade e o desenvolvimento da economia local podem ser alcançados de forma simultânea com as ações sociais que envolvem a comunidade local. Ao investir em educação, formação profissional e atividades alternativas para geração de empregos e renda, as invasões e o desmatamento ilegal são consequentemente reduzidos.

Objetivos de Desenvolvimento Sustentável - ONU

Os Planos de Manejo Florestal Sustentável têm a validade inserida no período creditício do projeto, e ocorrem na área do projeto. Dessa forma, Unidades Verificadas de Carbono (VCUs - Verified Carbon Units) associadas direta ou indiretamente à produção agrícula e aos produtos madereiros das Fazendas poderão ser geradas e comercializadas.

Materiais para download

Para saber mais sobre o Projeto Urupianga

acesse os arquivos.

Lorem ipsum dolor sit amet

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit.

Contato

Pessoas mudam os negócios. Negócios mudam o mundo! Quer entender as oportunidades de carbono para a sua realidade?

Redes sociais

Copyright © 2023 - Desenvolvido por